Maquiagem para pele negra

Há quem fique inseguro na hora de maquiar clientes negras por não dominar a matização dessa gama de tons de pele. Mas a solução é mais simples do que parece!

Biologicamente, a diferença entre as dermes claras e escuras está na maior presença de melanina no segundo tipo. Esse nível de melanina cria uma tendência natural ao surgimento de manchas. Na prática, basta dominar as técnicas de corrigi-las: havendo marcas de acne, geralmente avermelhadas, o mais indicado é utilizar um corretivo verde. Para outros tipos de correções, é preciso ter cuidado com o uso de corretivos em tons frios e aponta os vermelhos como boa pedida.

Ainda na etapa de preparar a pele, o uso dos primers está liberado. Eles fecham os poros e deixam um ar vistoso. Para aplicar a base, é fundamental analisar o fundo e a temperatura da cútis, para só então definir qual será a cor ou a mistura delas.

Outra peculiaridade está no equilíbrio das formas do rosto. Afinar visualmente o nariz largo pode ser uma boa ideia. Para isso, aplique sombra marrom nas laterais do nariz e na parte debaixo da ponta. Depois, esfumace com os dedos ou com uma esponja, para o local não ficar marcado. Essa mesma dica vale para disfarçar testas proeminentes. Quanto mais você escurecer as laterais, mais se tem o efeito da impressão de redução de tamanho. Para isso, use sombra marrom desde a raiz das têmporas, esfumando com pincel de blush.

Cartela de cores
Quanto aos batons e as sombras, a conhecida regra continua valendo: quando um elemento é marcante, o outro deve ser suave, e vice-versa. Ao escolher uma tonalidade de sombra, tenha em mente que a maioria das peles negras é quente, apresentando uma boa proporção de pigmento vermelho. Para criar harmonia entre essa temperatura de cútis e as sombras, vale usar tons intensos, que não fiquem apagados. Cores suaves e frias, também podem acinzentar na pele. Se for optar por uma nuance fria, certifique-se de que ela seja intensa.

A maquiagem dos olhos para o dia a dia deve seguir a linha dos vinhos e terrosos, que estão para a pele negra assim como os nudes estão para as brancas. Outras opções neutras são utilizar sombra preta ou o rosa-velho. Mas, se o objetivo for iluminar as pálpebras, vale apostar em perolados e dourados, sempre puxando para o bege. Evite os prateados, porque eles se destacam muito.

Mulheres negras quase sempre têm lábios carnudos. De acordo com a maquiadora, os batons de textura opaca são excelentes na função de suavizá-los. Contudo, deve-se fugir do popular rosa-frio. Ele cria mais proeminência nos lábios, além de correr o risco de acinzentar. Já os tons avermelhados, dourados, acobreados e arroxeados são coerentes com esse tipo de pele. Os nudes ficam extremamente elegantes.

O último item da lista é o mais democrático de todos: o blush. Tons alaranjados, avermelhados, vinhos ou rosados: a escolha depende da intensidade da cor da pele e do batom adotado. Tininha explica que as tonalidades de blush e o batom têm de ser próximas, é recomendável o uso de produtos minerais. Tanto pela textura quanto pela gama de cores, principalmente o laranja.

Fonte: Cabeleireiros.com

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s